Data da ultima atualiza�ao
22/11/2017



Pesquisa Datafolha

 

Pesquisa Datafolha/APM confirma presses de planos de sade que inviabilizam o exerccio da medicina

O livre exerccio da medicina est ameaado, tirando-se como base os resultados de indita pesquisa do Datafolha realizada a pedido da Associao Paulista de Medicina (APM). Ataques autonomia dos mdicos, interferncia descabida na relao com os pacientes, presses para reduo de internaes, de exames e outros procedimentos so problemas detectados em todo o estado de So Paulo.

O levantamento tem o intuito de conhecer a opinio dos mdicos de So Paulo sobre a atuao das empresas de sade suplementar. Foram entrevistados mdicos cadastrados no Conselho Federal de Medicina (CFM), da ativa, que atendam a planos ou seguros de sade particulares e tenham trabalhado com, no mnimo, 3 planos ou seguros sade nos ltimos 5 anos.

O campo ocorreu entre os dias 23 de junho e 18 de agosto de 2010. Houve 403 entrevistas, sendo 200 na capital e 203 no interior ou outras cidades da regio metropolitana.  A margem de erro mxima, para mais ou para menos, considerando um nvel de confiana de 95%, de 5 pontos percentuais para o total da amostra e 7 pontos percentuais para capital e interior.

Principais concluses:

Tirando-se como base uma escala de zero a dez, o mdico paulista atribui nota 4,7 para os planos ou seguros sade no Brasil. Considerando apenas as empresas com as quais tem ou tiveram algum relacionamento nos ltimos cinco anos, a avaliao similar: nota mdia de 5,1 em escala de zero a dez.

Mais de 90% dos mdicos denunciam interferncia dos planos de sade em sua autonomia profissional.  No levantamento Datafolha/APM, em uma escala de zero a dez, atribuda nota 6,0 para o grau de interferncia dos planos de sade.

Nota maior dada pelos mdicos que atuam na capital. Para cerca de trs em cada dez mdicos, glosar procedimento ou medidas teraputicas o tipo de interferncia que mais afeta a autonomia mdica. Outros tipos de interferncia muito apontados so quanto solicitao de exames e procedimentos; atos diagnsticos ou teraputicos mediante a designao de auditores; restries a doenas preexistentes.

 

Confira a seguir alguns resultados relevantes da Pesquisa Datafolha/APM:

Pior plano de sade  
** H um empate entre os piores planos do Estado. Medial, Intermdica, Amil e Cassi so os mais citados.

Piores honorrios
** Medial e Intermdica dividem o primeiro lugar como os planos que pagam os piores honorrios mdicos.

Procedimentos burocrticos
** Quando o assunto burocracia h pulverizao dos resultados. Oito planos dividem a primeira colocao como o mais burocrtico. Trs em cada dez mdicos paulistas percebem que todos os planos ou seguro sade so burocrticos.

Interferncia na autonomia
** Cerca de nove em cada dez mdicos declaram que h interferncia dos planos ou seguros sade que trabalham ou trabalharam, na autonomia tcnica do mdico.  52% afirmam que esta prtica comum a todos/maioria dos planos.

Maior interferncia em tempo de internao
** Na opinio dos mdicos, Amil Sul Amrica, Cassi, Medial e Bradesco so os planos que mais interferem no tempo de internao.

Interferncia no perodo de internao pr-operatrio
** A opinio dos mdicos da capital e interior difere quanto ao plano que mais interfere no perodo de internao pr-operatrio. E, 31% acham que todos os planos interferem na mesma intensidade.

Glosas e medidas teraputicas
** Amil, Sul Amrica e Medial so os planos que mais glosam procedimento e medidas teraputicas, segundo a pesquisa.

Interferncia nmero de exames e procedimentos
** Amil, Medial, Intermdica e Sul Amrica destacam-se como os que mais interferem no nmero de exames e procedimentos.

Interferncia em atos diagnsticos e teraputicos mediante designao de auditores
** Os mais citados so Amil, Medial e Sul Amrica

Interferncia dos planos ou seguros na autonomia tcnica do mdico, por tipo de servio
Glosar procedimentos ou medidas teraputicas 79%
Nmero de exames ou procedimentos                 77%
Atos diagnsticos e teraputicos mediante designao de auditores  71%
Restries a doenas pr-existentes        71%
Tempo de internao a pacientes  56%
Prescrio de medicamentos de alto custo 47%
Perodo de internao pr-operatrio 46% 

 

Exclusivo: Confira a pesquisa APM/Datafolha na ntegra:
http://www.apm.org.br/pdf/Apresentao_revista_Datafolha_22_09.pdf







aaa aaa


Apoio


Boheringer

 

Rua Machado Bittencourt, 205 8 andar, cj.83 - Vila Clementino - 04044-000 - São Paulo - SP Tel: 0800-171618 - sppt@sppt.org.br